4 passos para mudar a Cultura Organizacional da sua empresa

Se a cultura organizacional da sua empresa ainda é falha ou seus colaboradores não estão de acordo com todos os valores éticos e as políticas internas, está na hora de uma mudança. Mas mudar a cultura organizacional de uma empresa é uma missão que exige dedicação, paciência e muita colaboração. Por outro lado, os resultados são surpreendentes e trazem reflexo até mesmo para os consumidores e outras empresas parceiras.

A nova cultura organizacional pode transformar em uma representação mais precisa e atraente de sua empresa. E tudo começa com um bom recrutamento e por um bom motivo! A cultura de uma empresa é responsável por reunir os hábitos, comportamentos, crenças, valores éticos e morais e as políticas internas e externas de uma empresa. Também ajuda a motivar os colaboradores e fazer com que aconteça um crescimento mútuo empresa-funcionário.

Empresas, independentemente do porte, com culturas corporativas de qualidade são associadas a altas taxas de retenção de talentos e maior envolvimento dos funcionários. Um bom exemplo é a empresa norte-americana Ramsey Solutions que foi eleita 10 vezes como uma das "Melhores Empresas para Trabalhar em Nashville" e tem também uma das menores taxas de rotatividade quando comparada a empresas do mesmo porte.

O Glassdoor realizou uma pesquisa em diversos países e concluiu que os funcionários priorizam mais a cultura do local de trabalho em relação ao salário. Na pesquisa, 77% dos adultos consideravam a cultura de uma empresa antes de se candidatar a uma posição aberta, e 56% priorizavam a cultura da empresa em relação ao salário.

Aqui no #BlogHBit você já leu sobre a importância do Salário Emocional, certo? Lembre-se dele quando for ler agora os 4 passos para mudar a Cultura Organizacional da sua empresa.

1. Quais são os valores da sua empresa?

É hora de começar a revisar todos os valores da sua empresa e quais ainda funcionam e estão alinhados com a missão e ideais da sua instituição. Se por acaso, você ainda não tem esses valores definidos, agora é o momento!

Estes valores precisam ser pensados e mais do que isso, defendidos. Precisam fazer sentido com a cultura atual da empresa, de acordo com a visão interna e externa. Lembre-se: de nada adianta defender lutas sociais (LGBTQIA+, antirracismo, empoderamento das mulheres) se internamente isso não é válido.

Por isso, é muito importante saber exatamente quais são os valores que vão fazer parte da história da sua empresa. Aí então, considere as metas de longo prazo da sua organização - o que você espera alcançar nos próximos 5 anos e como planeja chegar lá? Tome medidas para promover uma cultura inovadora estabelecendo sessões regulares de brainstorming e criando oportunidades para trabalho colaborativo. Inclua seus principais colaboradores (lideranças, funcionários de longa data e representantes de RH) e conversem muito para alinhar todos esses valores e expectativas antes de começar a colocar em prática e promover para toda a equipe.

2. Metas da Cultura Organizacional

Para que a nova Cultura Organizacional da sua empresa funcione, você precisa definir meta. Por exemplo, na HealthBit incentivamos o Feedback Progressivo e reuniões semanais com as lideranças. Em tempos normais (e não de home office) o escritório é um ambiente descontraído e sem dress code, nossos colaboradores são incentivados a ser quem quiserem ser, sem padrões. Às quartas-feiras fazemos aula de yoga e mensalmente combinamos um encontro descontraído como um Happy Hour.

A dica é justamente essa: imaginar como é o ambiente ideal (silencioso, criativo, colorido), como será a política de tratamento de colegas de trabalho e liderança, como serão as ações de interação e engajamento dos colaboradores? Responder estas perguntas vai ajudar a ter uma diretriz para avaliar a Cultura Organizacional atual e identificar as áreas de melhoria para que a nova cultura traga muitos resultados positivos.

3. Hora de Agir

A melhor parte é agora: a hora da ação! Uma Cultura Organizacional forte é baseada na comunicação e na confiança entre todos os membros da empresa - e a liderança não foge a essa regra. Por isso, depois de identificar quais são as melhorias necessárias, desenvolva uma estratégia, estabeleça um cronograma e defina benchmarks para avaliar o progresso. Mas tenha em mente que se sua equipe não cumprir os benchmarks, você precisará aumentar seus esforços ou então reduzir as metas para ser mais atingível.

Se inspire em grandes empresas que você admira e peça sugestões para seus colaboradores. De uma forma geral, boas ideias para melhorar a cultura são:

  • Modele seus valores
  • Reforce comportamentos positivos
  • Desencoraje comportamentos negativos
  • 4. Avaliando o progresso

    A etapa final (mas sempre constante) de uma nova Cultura Organizacional é avaliar todo o progresso das ideias e do planejamento. Uma sugestão é pedir o bom e velho feedback para os colaboradores - isso pode ajudar a garantir que o planejamento está sendo eficaz e os objetivos estão sendo atingidos. Esse feedback pode ser anônimo ou não e deve ser feito com toda a empresa.

    Avaliar o progresso é uma parte muito importante porque pode ajudar a adaptar o planejamento e os valores da nova cultura e política da sua empresa. Isso também é essencial porque construir uma cultura de confiança e comunicação traz impactos positivos para o colaborador e para a empresa.

    Viu só como mudar (ou até criar) a Cultura Organizacional da sua empresa não é um bicho de 7 cabeças? Cuidar da política e valores da sua instituição é tão importante quanto ser assertivo durante um processo seletivo. Aqui no #BlogHBit você ainda encontra outras dicas para cuidar da sua empresa, como respeitar a diversidade dentro da empresa, dicas sobre a saúde dos seus colaboradores, como engajar os funcionários numa cultura de prevenção, e muito mais! Não deixe de acompanhar a HealthBit também nas redes sociais (Instagram, Facebook e Linkedin).