5 razões porque trabalhar remotamente é o futuro das empresas

Por mais que já se ouvisse falar que trabalhar remotamente é o futuro das empresas, em março de 2020, por causa da pandemia, até as empresas que não eram adeptas ao fazer home office passaram a ter esta forma de trabalho como uma constante.

Esse fato nos mostrou mais uma vez o quanto o trabalho remoto é o futuro da empresa e quanto mais empresas precisam se adequar a esta forma de trabalho. Um estudo realizado pela Salesforce, que entrevistou mais de 20 mil pessoas de diversos países, entre eles o Brasil, apontou que 52% dos participantes estão dispostos a trocar de emprego, caso essa mudança significasse que poderiam trabalhar remotamente. Também, 57% deles dizem que estão trabalhando presencialmente seria possível que o trabalho fosse realizado de forma remota, caso as empresas tivessem mais tecnologia.

Mas o home office vai muito além de qualidade de vida, esse benefício pode até ser sinônimo de produtividade. Olha só essa lista que preparamos:

1. Elimina longas viagens diárias

De acordo com uma pesquisa apresentada da série Globo News em Movimento, o Brasil perde, em média, R$ 267 bilhões por ano por causa dos congestionamentos que as pessoas enfrentam no caminho do trabalho. Este valor representa quase 4% do Produto Interno Bruto (PIB) do país em 2018.

Além disso, segundo o economista Guilherme Vianna, mais de nove milhões de brasileiros demoram mais de uma hora para chegar ao trabalho, quando o ideal seria 30 minutos. Este tempo poderia ser convertido em renda, produtividade, lazer, estudos e bem-estar, ao invés de ser gasto no trânsito.

2. Aumenta a produtividade

Um estudo feito pela Universidade de Stanford analisou dois grupos de trabalhadores em uma empresa de telemarketing da China. Um grupo começou a trabalhar de forma home office e o outro grupo continuou com sua rotina normal, de ir ao escritório.

A pesquisa mostrou que houve um aumento de 13% na produtividade daqueles que trabalharam de casa, sendo desses 9% referentes a trabalhar mais minutos por turno, porque as pessoas faziam menos pausas e pediam menos dias por conta de doenças e 4% por serem feitas mais chamadas por minutos, que no estudo essa questão foi atribuída a eles estarem em um ambiente mais silencioso.

Um outro estudo feito durante a pandemia pelo ISE Business School apontou que 60% dos entrevistados afirmaram que o home office ajudou a melhorar a eficiência e produtividade.

3. Reduz os custos da empresa

De acordo com representantes da empresa American Express para uma matéria publicada pela Forbes, a organização economizou, anualmente, de 10 a 15 milhões de dólares em custos imobiliários, após um programa criado por eles para que alguns de seus colaboradores trabalhassem totalmente remoto.

A empresa Aetna, dos Estados Unidos, com 47% do seu quadro de funcionários trabalhando em ambientes de trabalho flexíveis, conseguiu economizar cerca de 78 milhões de dólares por ano, quando une-se os custos com aluguel, contas, limpeza do local, serviços do correio, entre outros, como mostra a mesma reportagem na Forbes.

4. Atrai talentos melhores

Com a possibilidade de trabalhar de casa, as empresas irão contratar colaboradores que compartilham da mesma cultura, além de permitir que haja a contratação de um talento incrível, independente de onde ele mora.

Como não há a necessidade de ir ao escritório diariamente, partes do processo seletivo que eliminam pessoas por conta da região e localidade serão dispensadas - e o foco será realmente na experiência e talento da pessoa.

5. Melhora a saúde mental dos colaboradores

Como estamos no Janeiro Branco, reforçamos a necessidade de prestar atenção à saúde mental de cada colaborador. E o home office pode ajudar nesta questão.

Um relatório feito pela empresa PGI, 2014, diz que 82% dos funcionários que trabalhavam remotamente disseram ter níveis menores de estresse, além de diminuir o absenteísmo total da organização em 69%.

A mesma pesquisa feita pela Universidade de Stanford também mostrou que os colaboradores que estavam trabalhando de casa disseram ter mais satisfação no trabalho e tiveram menos taxas de turnover do que o outro grupo que continuou indo ao escritório.

Claro que mesmo melhorando em diversos pontos, ainda precisa-se ter uma cultura bem estruturada focada no home office, onde cada pessoa tenha a liberdade de se adequar da sua forma e cada time encontre a melhor maneira de seguir um bom fluxo de comunicação e trabalho.

Cada empresa deve avaliar o que é melhor: ser totalmente remoto, ter um escritório e trazer a possibilidade de trabalhar de casa para os talentos ou ser totalmente presencial, o que é necessário para algumas formas de trabalho.

Aqui na HealthBit, antes da pandemia do novo coronavírus, sempre acreditamos nesta forma de trabalho: com os funcionários tendo a possibilidade de trabalhar remotamente quando quisessem ou precisassem.

E na sua empresa, como é a forma de trabalho? Nos conte nas nossas redes sociais!