9 respostas para as dúvidas mais frequentes sobre o câncer de próstata

Em novembro acontece a campanha Novembro Azul para a conscientização sobre o câncer de próstata e para o cuidado da saúde por parte dos homens. Uma das razões para essa campanha é que o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata que acontece hoje, dia 17 de novembro.

De acordo com uma pesquisa feita por estudantes da Faculdade de Enfermagem Nova Esperança, dos homens entrevistados no estudo, 60% deles afirmaram que conheciam a prevenção, mas não sabiam dizer métodos de prevenção e os exames de detecção precoce.

Já falamos por aqui que os homens possuem diversos estigmas que dificultam o cuidado deles com a própria saúde e, consequentemente, o conhecimento sobre as doenças que possam ter, como, por exemplo, o câncer de próstata. Reunimos as principais dúvidas dos nossos clientes a respeito do câncer de próstata e o analista de saúde da HealthBit, Conrado Silveira, respondeu:

1. O que é a próstata?

A próstata é uma glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis.

2. Quais sintomas podem indicar um câncer de próstata?

Já contamos aqui alguns dos sintomas do câncer de próstata. Porém, o crescimento do câncer é muito lento e pode levar anos para demonstrar algum sintoma ou agravante. Também, nas fases iniciais, ele é silencioso, não causando nenhum sintoma específico.

Por isso, é muito importante realizar o rastreamento, já que os primeiros sintomas podem surgir durante o crescimento local, quando o tumor comprime a uretra (que pode causar sintomas obstrutivos) ou impede o fluxo de urina, irritando a bexiga (desenvolvendo sintomas irritativos).

Os sintomas obstrutivos são:

  • Diminuição do jato urinário;
  • Gotejamento após a micção;
  • Sensação de esvaziamento incompleto da bexiga;
  • Micção em dois tempos.
  • Já os sintomas irritativos são:

  • Aumento da frequência urinária;
  • Urgência miccional;
  • Aumento da frequência urinária noturna;
  • Incontinência urinária
  • Depois desses sintomas, podem surgir alguns outros que invadem órgãos vizinhos, como bexiga, ureteres ou reto, além dos linfonodos da pelve e do abdômen. Esses sintomas podem ser:

  • Dor pélvica;
  • Sangue na urina;
  • Inchaço escrotal;
  • Dor lombar;
  • Inchaço das pernas.
  • 3. É possível descobrir o câncer de próstata mesmo sem apresentar sintomas?

    A maioria dos cânceres de próstata não causa sintomas até que atinjam um tamanho considerável - o que pode levar muito tempo.

    Em homens acima de 50 anos pode-se realizar o exame de toque retal e dosagem de PSA para saber se existe um câncer de próstata sem sintomas. “O toque retal e a dosagem de PSA não dizem se o indivíduo tem câncer, eles apenas sugerem a necessidade ou não de realizar outros exames”, explica nosso Analista de Saúde, Conrado.

    4. Ter um destes exames alterados implica em ter câncer de próstata?

    Não. O exame de toque retal não identifica somente o câncer (podendo detectar outros problemas de saúde) e o PSA dos homens tende a aumentar de acordo com o avanço da idade. De acordo com a Biblioteca Virtual em Saúde, do Ministério da Saúde (BVS), cerca de 75% a 80% dos homens com aumento de PSA não têm câncer de próstata.

    5. E ter os exames negativos garante que não haja câncer?

    Não, também. Ainda segundo a BVS, cerca de 20% dos homens com câncer de próstata sintomático apresentam um valor de PSA normal. A região da próstata pode fazer com que o câncer não seja percebido no exame de toque retal. Assim, o melhor a se fazer é realizar os dois exames, que são complementares, e contar sempre com o acompanhamento médico.

    6. O que um homem com sintomas de câncer de próstata e mais de 50 anos deve fazer?

    Este homem deve procurar um profissional de saúde para investigá-los. Na maior parte das vezes, não é câncer, mas somente um profissional pode identificar e, realmente, dizer se é câncer ou não.

    7. E os que têm mais de 50 anos e não apresentam qualquer sintoma?

    Existem recomendações de que todos os homens acima de 50 anos realizem os exames de toque retal e da dosagem do PSA e, para aqueles com histórico familiar de câncer de próstata, antes dos 45 anos.

    “Como, de acordo com a Biblioteca Virtual em Saúde, não há evidências de que a realização frequente dos exames de toque retal e dosagem de PSA diminuem a mortalidade por câncer de próstata, somente um profissional de saúde pode te orientar em seu caso específico”, conta Conrado Silveira.

    8. O Câncer de próstata é hereditário

    Ainda segundo BVS, menos de 10% dos cânceres de próstata possuem algum elemento que seja hereditário, porém, conforme mais novo seja o homem em que seja identificado um câncer de próstata, maiores as chances de que haja um componente hereditário.

    9. O câncer de próstata só acontece com idosos?

    De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer, cerca de 75% dos casos de câncer de próstata do mundo acontecem depois dos 65 anos, mesmo assim, ainda existe uma chance de que o câncer se desenvolva antes desta idade.

    Assim, o principal e ideal é sempre acompanhar a sua saúde, independentemente da idade e se apresenta sintomas ou não.

    “Novembro Azul é mais do que uma campanha de conscientização para o câncer de próstata: é uma chamada para que os homens cuidem mais da própria saúde. Aqui na HealthBit nos preocupamos muito com passar as informações claras para nossos clientes e, assim, ajuda a prevenir casos graves”, conclui Conrado Silveira.

    Fique ligado em nossas redes sociais e no #BlogHbit para mais posts sobre questões importantes de saúde.