Como incentivar o feedback progressivo em sua equipe?

O Feedback é toda comunicação, verbal ou não, entre pessoas ou grupos, que visa fornecer informações sobre comportamentos, processos ou performance e como isso está afetando o próprio indivíduo e as pessoas ao seu redor. Na HealthBit, o feedback é uma forte característica de cultura da empresa e incentivamos que seja feito constantemente. Por conta disso, decidimos compartilhar algumas dicas de como incentivar que o feedback seja algo progressivo em sua equipe.

Se engana quem pensa que somente os líderes que podem dar feedback. Todos os talentos precisam dar e receber feedback, independente do seu nível. Já que ele pode trazer momentos de reflexão, trazer um sentimento de pertencimento, gerir expectativas e melhorar relacionamentos, principalmente profissionais.

Sem ele, muitas questões entre dois colegas ficam obscuras, as pessoas passam a se sentir perdidas e desmotivadas e os erros, que deveriam ser corrigidos com a conversa, são repetidos. O feedback é uma importante ferramenta para desenvolvimento humano, por trazer autoconhecimento e autoavaliações constantes.

Como uma prática não constante pode afetar os colaboradores

Em muitas empresas, o feedback é sempre unilateral: o supervisor que dá o feedback e o subordinado só o recebe. Na maioria das vezes, deste modo, torna-se um monólogo, onde somente um fala e o outro escuta.

Algumas empresas também definem períodos específicos para feedback - e muitas ainda fazem intervalos muito grandes entre um feedback e outro.

Todos esses pontos fazem com que o feedback não seja algo recorrente dentro da empresa, o tornando algo muito institucionalizado e, assim, temido por aquele que irá receber.

Percebemos que o feedback era essencial e melhorava a produtividade dos colaboradores e de todo o time, quando feito com qualidade. É por isso que: nos empenhamos em transformar o feedback em uma prática natural e benéfica para todos.

Como tornar o feedback constante

Para começar, deve-se ter em mente que o feedback beneficia a todos, independentemente de área e nível, visando o crescimento e o desenvolvimento pessoal de cada um.

Para isso, é necessário que o feedback seja naturalizado, de forma que todos o façam, em forma de diálogo, além de encorajamos sempre os feedbacks positivos e construtivos.

Feedback naturalizado

Torne o feedback uma parte importante da cultura da empresa e faça com que ele faça parte do cotidiano, presente em todos os momentos: tanto nas reuniões períodos como nas conversas do dia a dia.

Ele deve acontecer a todo e qualquer momento em que considere que seja necessário. Sem necessidade de burocracias, reuniões marcadas e, assim, sem clima de tensão e medo.

O feedback faz mais sentido e é melhor absorvido quando é dado no momento do ocorrido, pois, assim, fica mais fácil para que se possa entender a qual comportamento o feedback se refere e, se for o caso, pontuar algum fato que tenha passado fora do radar de quem está dando o feedback.

Todos dão feedback

Para o desenvolvimento de todos, é essencial que o feedback seja dado e recebido igualmente entre todos. Sempre que alguém tiver algo positivo ou construtivo para falar, deve ser incentivado que fale, mesmo que a pessoa seja de outro time ou área de atuação.

É importante criar um ambiente onde todos se sintam valorizados e com voz. O feedback deve partir de todos, com o objetivo de ajudar a todos.

Feedback é diálogo

Contrariando o ponto de que o feedback deve ser dado somente por uma pessoa e recebido pela outra, buscamos que todos entendam que o feedback é um momento de diálogo entre duas pessoas. Nesta ocasião, uma pessoa fala sobre um ponto que considera importante e ambas conversam sobre o que, como e por que aquilo aconteceu e decidem maneiras de como melhorar.

Como estimulamos que todos os feedbacks sejam construtivos, indicamos que sempre seja perguntado o que aconteceu para que tal comportamento tenha acontecido e nunca julgue tanto o comportamento quanto a resposta. Pois, existem diversos fatores que podem ter acontecido na vida do outro e que você não sabe.

Lembramos que ouvir é essencial para entender o comportamento do outro. Ao invés de julgar, que tal conversar e entender como podem melhorar as coisas?

Dê preferência a feedbacks positivos e construtivos

Quando falamos sobre feedbacks, sempre aconselhamos pensar em qual feedback é essencial de ser dado. Ele vai incentivar a pessoa ou, efetivamente, ajudar a resolver o problema?

Desta forma, dentre todos os feedbacks possíveis (positivo, negativo e construtivo) priorizamos os positivos, que elogiam o resultado ou alguma característica de uma pessoa, e construtivos, que sugerem formas de desenvolvimento e melhoria, juntos.

Também mantemos em mente que antes de tentar apresentar um feedback construtivo, devemos pensar se a sugestão de melhoria não é algo inteiramente pessoal. Visto que o que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra e devemos deixar que ela decida como ela quer alcançar o objetivo.

img

A cultura de feedback é muito importante na HealthBit e, por isso, nosso time de Desenvolvimento Humano Organizacional (DHO) apresenta um workshop sobre o tema, como treinamento de equipe, sempre que novos colaboradores ingressam no time HBit. Na rotina diária, o feedback já virou algo supernatural no ambiente de trabalho e é muito valorizado em todas as áreas da empresa.

E na sua empresa? O feedback é constante? Diga-nos em nossas redes sociais e nos acompanhe para mais posts!