Qual a importância de dados para a área de saúde??

Na madrugada do dia 10 de dezembro, usuários do aplicativo ConectSUS, desenvolvido pelo Ministério da Saúde e que disponibiliza dados e registros sobre a vacina contra a Covid-19, notaram que não encontravam mais seus comprovantes de vacinação na plataforma.

A queda e falta de acesso aos dados fez com que passageiros não conseguissem embarcar em locais onde a comprovação da vacina era exigida, como em Salvador, e que cidades e estados não conseguissem vacinar as pessoas ou enviar informações sobre casos e mortes de Covid.

No domingo, dia 12, o Ministério da Saúde afirmou que recuperou todos os dados, que haviam sofrido um ataque, sem perda de informações. Entretanto, esse episódio chamou a atenção para a importância do uso e da utilização de dados na área de saúde, principalmente no momento da pandemia.

Pensando nisso, no #BlogHBit desta semana vamos falar justamente sobre a importância dos dados na área de saúde, inclusive, para a gestão de saúde.

Principais benefícios dos dados para a área de saúde

O principal objetivo dos dados para a área de saúde é melhorar a vida não apenas de pacientes, mas de toda a população, seja buscando a cura de doenças já conhecidas, seja como fator fundamental para a prevenção das existentes e de novas.

Assim, quando se tem informações, ou dados, a respeito de uma área específica, como a saúde, conseguimos analisar e identificar não só onde se tem mais incidência de uma doença como o porquê isso acontece.

Isso diz respeito tanto a dados que podem auxiliar um governo a controlar uma pandemia, por exemplo, quanto a uma empresa que quer melhorar a qualidade de vida dos seus colaboradores, criando protocolos e programas de saúde que realmente dizem respeito às necessidades deles.

E aliando a coleta e análise de dados, com tecnologia e saúde, a área de saúde é muito beneficiada. Alguns dos principais benefícios diretos são:

Tomadas de decisões certas e bem embasadas

Uma boa base de dados com foco em saúde, auxilia muito em tomadas de decisões específicas e bem embasadas. Com base nas informações apresentadas, uma empresa, por exemplo, pode afastar rapidamente as pessoas do grupo de risco quando começou a pandemia do novo coronavírus.

Além disso, sabendo com mais facilidade os números da doença na empresa, pode-se realmente analisar todos os impactos e o sucesso dessas medidas.

Só em questão da pandemia, um acompanhamento focado para a Covid-19, pode fazer uma investigação de surtos, para evitá-los, além de indicar quais pontos auxiliaram e, realmente, trouxeram resultados para a organização.

Aqui na HealthBit, as células de Covid-19 também fazem uma análise dos laboratórios mais próximos do colaborador para a realização do teste de infecção pelo novo coronavírus, devido à capilaridade da distribuição dos funcionários pelo país.

Redução de gastos

Em todos os âmbitos, uma boa base de dados e uma forte análise dos mesmos possibilita uma enorme redução de gastos. Pois, sabendo em quais pontos melhorar, evitar e, principalmente, prevenir, os custos com saúde são reduzidos.

Isso porque, por meio da análise de dados, pode-se melhorar as formas de prevenção de doenças e sintomas. A medicina preventiva, ou seja, o acompanhamento constante da saúde pode ajudar a organização a evitar gastos ao invés de aumentá-los. Isso porque para cada US$1 investido em prevenção na saúde, US$4 são gerados com aumento de produtividade. Essa economia é um dos maiores benefícios advindos do acompanhamento da saúde do trabalhador.

Como exemplo, temos um case aqui da HealthBit, em que um dos nossos clientes, com análise de dados, descobriu-se que o acompanhamento pré-natal das gestantes diminuiu de R$ 11 milhões para R$ 3 milhões os custos de parto, internações e UTI Neonatal.

Isso porque percebeu-se que, a maioria das gestantes não fazia o acompanhamento de pré-natal por terem que pagar a co-participação. Assim, a HealthBit analisando e cruzando os dados, apresentou a ideia de que, mesmo com a empresa pagando a co-participação das gestantes, eles gastariam menos do que estavam gastando com as complicações no pós-parto.

img

A importância dos dados para a área de saúde

Com esses exemplos, podemos perceber que os dados, e a análise dos mesmos, na área de saúde ajudam a:

  • Prevenir doenças;
  • Melhorar a qualidade de vida das pessoas;
  • Melhorar as práticas de prevenção;
  • Reduzir custos;
  • Melhorar a qualidade de vida das pessoas;
  • Identificar causas e consequências de doenças;
  • Auxiliar a logística de testes e consultas;
  • Reduzir danos da pandemia;

E em diversos outros pontos! A análise de saúde, aliada com a tecnologia, é essencial para promover e melhorar a saúde de toda a população.

E a HealthBit faz essa análise e ainda traz muitas inovações na área de gestão de saúde. Quer saber mais como a HealthBit pode ajudar a sua empresa? Converse conosco!