Qual a importância de acompanhar a saúde mental dos colaboradores

Um relatório publicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país mais ansioso do mundo, com 18,6 milhões de brasileiros com ansiedade, o que representa 9,3% da população. Isso chama a atenção para a saúde mental e, também, para como a empresa pode acompanhar os colaboradores para ajudar neste momento.

No país, também, segundo o 1º Boletim Quadrimestral sobre Benefícios por Incapacidade, desenvolvido pela Secretaria de Previdência e Ministério da Fazenda, em 2017, transtornos mentais e comportamentais foram a terceira causa de incapacidade para o trabalho, correspondendo a 9% da concessão de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez.

Através destes pontos, já conseguimos começar a entender a importância de cuidar da saúde mental dos colaboradores e, por isso no #BlogHBit vamos explicar, efetivamente, o porquê esse cuidado é necessário.

Importância de cuidar da saúde mental

Uma pessoa com problemas na saúde mental passa a desenvolver diversas outras complicações de saúde que vão impactando aos poucos a sua vida pessoal, profissional, das pessoas à sua volta e, inclusive, de toda a sociedade. O relatório da OMS aponta que a ansiedade é a segunda condição mental, depois da depressão, com maior incidência de incapacidade na maioria dos países analisados para o estudo.

Algumas consequências são:

  • Desequilíbrio emocional: a pessoa pode sentir diversas emoções em pouco tempo e com muita intensidade;
  • Baixa autoestima;
  • Baixo rendimento;
  • Problemas nos relacionamentos, pessoais e/ou profissionais;
  • Muitos erros;
  • Mudanças no sono;
  • Procrastinação;
  • Problemas de atenção e memória;
  • Problemas físicos: como alterações de apetite, náuseas, tonturas, formigamentos, tensão nos músculos e dores no corpo.
  • É imprescindível cuidar da saúde mental porque, uma vida saudável conta com o equilíbrio entre a saúde física e mental, já que uma influencia na outra.

    Importância de cuidar da saúde mental dos colaboradores

    Como já falamos, é muito importante cuidar da saúde mental de cada pessoa. No trabalho isso é fundamental, já que, de acordo com uma pesquisa feita pela International Stress Management Association (Isma-BR), o Brasil é o segundo país com maiores casos de burnout, tendo 32% dos trabalhadores brasileiros que sofrem com esse tipo de estresse.

    O burnout é uma síndrome ocupacional, que ocorre quando a pessoa está muito cansada por causa de situações vividas no ambiente profissional, como excesso de cobranças, competitividade, acúmulo de responsabilidades.

    Com essa informação em mente, sabemos que existem diversos benefícios que a empresa obtém ao cuidar da saúde mental dos colaboradores, como os a seguir.

    Melhora o bem-estar dos colaboradores

    Mostrar que se importa com a saúde mental dos funcionários, mostra o quando a empresa se preocupa com cada indivíduo e o bem-estar deles. Isso faz com que eles fiquem mais satisfeitos, felizes e sintam que sua qualidade de vida e saúde são uma prioridade para a empresa.

    De acordo com uma pesquisa da Bright Horizons, dois terços dos colaboradores que disseram estar com alto nível de satisfação colocam um esforço a mais nas tarefas realizadas por eles. Ou seja, quando os funcionários estão satisfeitos, eles produzem mais e melhor.

    Ações de cuidado com a saúde mental, que podem ir desde reembolsos para realização de terapias até conversas semanais para contarem novidades da vida pessoal, enquanto estão à distância.

    Esses cuidados com a saúde mental podem fazer parte do salário emocional da empresa, que contribui para que a pessoa continue trabalhando na organização e, mais do que isso, motivado a realizar seu trabalho.

    Evita absenteísmo e outros problemas de saúde e produtividade

    Como já dissemos, problemas na saúde mental podem ocasionar diversos outros problemas de saúde que podem levar a afastamentos e a consultas de investigação. Uma pessoa com uma saúde mental ruim, também, pode ficar cada vez menos satisfeita com o trabalho e ambos esses fatores podem contribuir para o absenteísmo.

    O acompanhamento de saúde física pode trazer economias e melhorias para a empresa e acontece o mesmo quando se acompanha a saúde mental. Isso porque essa companhia contínua da saúde dos trabalhadores minimiza em até 40% atrasos e faltas.

    Além disso, consultas de rotina podem detectar doenças antes que elas se tornem graves, evitando sofrimento desnecessário e o afastamento prolongado de funcionários. Quando se acompanha integralmente a saúde do colaborador, em muitos casos, os tratamentos são mais rápidos e eficientes quando realizados nos primeiros estágios das doenças.

    Retorno e economia financeira

    Um estudo realizado pela OMS em parceria com o Banco Mundial mostrou que a ansiedade e a depressão geram, por ano, 1 trilhão de dólares de custos para a economia global. Porém, a mesma pesquisa aponta que a cada dólar investido em tratamentos para as doenças há um retorno de 4 dólares em termos de saúde e capacidade dos trabalhadores.

    Além disso, com uma boa saúde mental, os profissionais conseguem render mais, faltar menos e permanecem na empresa. Isso se mostra cada vez mais importante, principalmente, depois que uma pesquisa realizada pela empresa Gallup mostrou que nos Estados Unidos são perdidos 84 milhões de dólares por causa da falta de produtividade.

    Aqui este cuidado é muito importante e, inclusive, já falamos quais ações que a HealthBit faz para acompanhar a saúde mental dos colaboradores, durante o período da pandemia do novo coronavírus. E na sua empresa, existe essa preocupação com a saúde mental? Conta para a gente!